Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes para fornecer a melhor experiência no nosso website. Política de Privacidade
PT EN

Recrutamento

​Processo(s) de Recrutamento em Curso



Recrutamento de Coordenador(a) para o Departamento Administrativo, Financeiro e de Recursos Humanos (Ref.ª 09-DAFRH/2022).

O(A) Coordenador(a) a recrutar irá desempenhar funções no Administrativo, Financeiro e de Recursos Humanos.

Consulte o perfil, os requisitos de admissão e os critérios de avaliação abaixo.

Só serão admitidos a concurso interno os(as) candidatos(as) que preencham os requisitos obrigatórios. O processo de seleção segue as regras definidas no Regulamento de Recrutamento e Seleção de Pessoal da ERSAR e no Regulamento de Organização Interna e dos Cargos Dirigentes, ambos disponíveis no site institucional. 

O(A) candidato(a) a recrutar deverá formalizar a sua candidatura mediante carta de apresentação dirigida à Presidente do Conselho de Administração, acompanhada do respetivo curriculum vitae, certificado de habilitações e restante documentação relevante, com indicação da referência supra, a remeter para o endereço de correio eletrónico ref-09-DAFRH-2022@ersar.pt.

As candidaturas devem ser apresentadas até às 23:59h do dia 27.11.2022.

Os(As) candidatos(as) melhor classificados(as), selecionados(das) para entrevista presencial, que não sejam escolhidos(as) pelo órgão competente, no âmbito do processo de recrutamento em curso, integrarão uma bolsa que poderá ser considerada pelo Conselho de Administração, no prazo de um ano, para o preenchimento de uma eventual vaga na função a concurso ou de uma necessidade de recrutamento futura, desde que esteja evidenciado o cumprimento dos requisitos obrigatórios definidos.

A ERSAR reserva-se ao direito de não vir a ocupar o posto de trabalho inerente ao presente anúncio.

Consulte os seguintes documentos:

Recrutamento de Coordenador(a) para o Departamento de Gestão de Tecnologias de Informação (Ref.ª 13-DGTI/2022) | Concurso Interno

O(A) Coordenador(a) a recrutar irá desempenhar funções no Departamento de Gestão de Tecnologias e Informação.

Consulte o perfil, os requisitos de admissão e os critérios de avaliação abaixo.

Só serão admitidos a concurso interno os(as) candidatos(as) que preencham os requisitos obrigatórios. O processo de seleção segue as regras definidas no Regulamento de Recrutamento e Seleção de Pessoal da ERSAR e no Regulamento de Organização Interna e dos Cargos Dirigentes, ambos disponíveis no site institucional. 

O(A) candidato(a) a recrutar deverá formalizar a sua candidatura mediante carta de apresentação dirigida à Presidente do Conselho de Administração, acompanhada do respetivo curriculum vitae, certificado de habilitações e restante documentação relevante, com indicação da referência supra, a remeter para o endereço de correio eletrónico ref-13-DGTI-2022@ersar.pt.

As candidaturas devem ser apresentadas até às 23:59h do dia 19.11.2022.

Os(As) candidatos(as) melhor classificados(as), selecionados(das) para entrevista presencial, que não sejam escolhidos(as) pelo órgão competente, no âmbito do processo de recrutamento em curso, integrarão uma bolsa que poderá ser considerada pelo Conselho de Administração, no prazo de um ano, para o preenchimento de uma eventual vaga na função a concurso ou de uma necessidade de recrutamento futura, desde que esteja evidenciado o cumprimento dos requisitos obrigatórios definidos.

A ERSAR reserva-se ao direito de não vir a ocupar o posto de trabalho inerente ao presente anúncio.

Consulte os seguintes documentos:




Recrutamento de Assistentes para Apoio Administrativo (Ref.ª 10-DAFRH/2022)

Os(As) trabalhadores(as) a recrutar irão desempenhar funções no Departamento Administrativo, Financeiro e de Recursos Humanos.

Consulte o perfil, os requisitos de admissão e os critérios de avaliação abaixo.

Só serão admitidos a concurso os(as) candidatos(as) que preencham os requisitos obrigatórios. O processo de seleção segue as regras definidas no Regulamento de Recrutamento e Seleção de Pessoal da ERSAR, disponível no site desta Entidade. 

O(A) candidato(a) a recrutar deverá formalizar a sua candidatura mediante carta de apresentação dirigida à Presidente do Conselho de Administração, acompanhada do respetivo curriculum vitae, certificado de habilitações e restante documentação relevante, com indicação da referência supra, a remeter para o endereço de correio eletrónico ref-10-DAFRH-2022@ersar.pt.

As candidaturas devem ser apresentadas até às 23:59h do dia 28.10.2022.

Os(As) candidatos(as) melhor classificados(as), selecionados(das) para entrevista presencial, que não sejam escolhidos(as) pelo órgão competente, no âmbito do processo de recrutamento em curso, integrarão uma bolsa que poderá ser considerada pelo Conselho de Administração, no prazo de um ano, para o preenchimento de uma eventual vaga na função a concurso ou de uma necessidade de recrutamento futura, desde que esteja evidenciado o cumprimento dos requisitos obrigatórios definidos.

A ERSAR reserva-se ao direito de não vir a ocupar o posto de trabalho inerente ao presente anúncio.

Consulte os seguintes documentos:


​​​​

Outras Informações Relevantes


De acordo com o n.º 1 do artigo 32.º da Lei-Quadro das Entidades Reguladoras e com o n.º 1 do artigo 40.º dos Estatutos da ERSAR, o pessoal da ERSAR está sujeito ao regime jurídico do contrato individual de trabalho, nos termos do Código do Trabalho, aprovado pela Lei n.º 7/2009, de 12 de fevereiro, e alterações sucessivas.

O recrutamento externo de colaboradores para a ERSAR obedece ao Regulamento de Recrutamento e Seleção bem como aos princípios elencados no n.º 3 do artigo 32.º da Lei-Quadro das Entidades Reguladoras e no n.º 3 do artigo 40.º dos Estatutos da ERSAR.

Com vista à prossecução das suas atividades, a ERSAR pode, ainda, ao abrigo do disposto no artigo 41.º dos seus Estatutos, recorrer aos meios legalmente aplicáveis em termos de mobilidade, nomeadamente ao recurso a pessoal com vínculo à Administração Pública, bem como ao recurso a pessoal dos quadros ou administradores de empresas públicas ou privadas.

Não se encontrando a ERSAR abrangida pelo âmbito de aplicação objetiva da Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas, aprovada em anexo à Lei n.º 35/2014, de 20 de junho, o recrutamento de pessoal com vínculo à Administração Pública concretiza-se mediante a celebração de acordo de cedência de interesse público, nos termos do disposto no artigo 241.º e seguintes da referida Lei.

Por seu turno, o recrutamento de pessoal dos quadros ou administradores de empresas públicas ou privadas ingressa na ERSAR com vista ao exercício de funções em regime de comissão de serviço (cargos dirigentes) ou cedência ocasional, nos termos do Código do Trabalho, aprovado pela Lei n.º 7/2009, de 12 de fevereiro, e alterações sucessivas.

Consulte também o Regulamento de Recrutamento e Seleção de Pessoal.