Este sítio utiliza cookies para assegurar uma melhor experiência de utilização. Ao continuar a navegar está a concordar com a sua utilização.

PT EN

A ONU reconheceu o acesso aos serviços de águas como um direito humano

2010.08.09

A+ A-

A Assembleia Geral da ONU aprovou em 28 de Julho uma resolução reconhecendo o acesso a água de qualidade e serviços de saneamento como direito humano.

O texto declara que o direito a uma água segura e limpa para consumo humano e ao saneamento é um direito humano indispensável ao pleno usufruto da vida e de outros direitos humanos.

A Assembleia Geral apelou ainda a que seja garantido esse direito aos cerca de 884 milhões de pessoas que não têm acesso a água potável e aos mais de 2,6 mil milhões de pessoas que em todo o mundo não têm acesso aos serviços de saneamento de águas residuais, chamando a atenção para o facto de cerca de 1,5 milhões de crianças menores de cinco anos morrerem todos os anos por doenças de origem hídrica ou ligadas à falta de saneamento de águas residuais.

A resolução foi aprovada por 122 votos a favor, entre os quais o voto do representante português, e 41 abstenções, não se tendo registado votos contra.