Este sítio utiliza cookies para assegurar uma melhor experiência de utilização. Ao continuar a navegar está a concordar com a sua utilização.

PT EN

Prémios de Qualidade de Serviço em Águas e Resíduos 2010

2010.10.21

A+ A-

A ERSAR e o Jornal Água&Ambiente atribuíram os Prémios de Qualidade de Serviço em Águas e Resíduos de 2010 durante a 5.ª Expo Conferência da Água, em cerimónia realizada ontem, no Centro  Cultural  de  Belém,  com  a  presença  da  Ministra  do  Ambiente  e  do  Ordenamento  do Território, Dulce Álvaro Pássaro.
Esta iniciativa pretende contribuir para a melhoria da qualidade dos serviços de abastecimento público de água, saneamento de águas residuais urbanas e gestão de resíduos urbanos através da atribuição  anual  de  cinco  “Prémios  de  Qualidade  de  Serviço  em  Águas  e  Resíduos”  às entidades gestoras portuguesas que mais se distingam em diversas áreas.
Águas do Vouga, Águas de Coimbra, Águas do Algarve, Algar e Valnor são as entidades gestoras premiadas este ano, por unanimidade, por um júri de elevada exigência.
A iniciativa é promovida anualmente pela ERSAR e pelo jornal Água&Ambiente, com a colaboração de reconhecidas associações técnico-científicas do sector (APDA, APESB e APRH) e de um centro de investigação de referência (LNEC).
Os prémios atribuídos reconhecem a excelência das entidades gestoras seleccionadas e traduzem- se pela entrega de um troféu desenhado pelo Arq.º Álvaro Siza Vieira e fabricado em alumínio reciclado pós-consumo e em ouro branco reciclado pré-consumo, no âmbito do Projecto Remade in Portugal.
O prémio “Qualidade da água para consumo humano” foi atribuído à Águas do Vouga, S.A., pelo relevante papel desta entidade na melhoria da qualidade da água para consumo humano na região  e  pela  consistência  num  elevado  nível  de  desempenho  desde o  início  do  período  de avaliação pela ERSAR, de que se releva o cumprimento integral da frequência regulamentar de análise ao longo dos últimos cinco anos e um cumprimento excelente dos valores paramétricos nos últimos três anos, respectivamente 100%, 99,83% e 99,83%.
O   prémio   “Qualidade  de  serviço  de   abastecimento   público  de  água  prestado   aos utilizadores” foi atribuído à empresa Águas de Coimbra, E.M., pelo relevante papel da empresa no abastecimento de água em baixa ao município de Coimbra, com uma cobertura de serviço de cerca de 97%, abrangendo mais de 70 000 alojamentos. Releva-se o facto de se tratar de uma empresa que aderiu voluntariamente ao sistema de avaliação de qualidade de serviço da ERSAR, tendo vindo a demonstrar uma boa qualidade de serviço global, apresentando uma melhoria de desempenho no período de três anos em que já foi avaliada.
Salienta-se o facto de se tratar de uma entidade gestora de um sistema de abastecimento em baixa que apresenta elevada qualidade da água para consumo humano, com cumprimento em 100% da frequência de amostragem e em 99,42% dos valores paramétricos. Realçam-se também como aspectos positivos a melhoria dos procedimentos respeitantes à relação com os utilizadores e a capacidade inovadora de se relacionar com a comunidade envolvente e de promover uma missão educacional junto dos mais novos. Salienta-se ainda o bom desempenho na cobertura dos custos operacionais e na solvabilidade, o esforço de reabilitação de condutas verificado nos últimos dois anos, bem como um adequado rácio de recursos humanos afectos aos serviços, destacando-se ainda uma boa qualidade da informação fornecida no âmbito das auditorias. 
O prémio “Qualidade de serviço de saneamento de águas residuais urbanas prestado aos utilizadores” foi atribuído à empresa Águas do Algarve, S.A. Num sector onde ainda há muito para fazer no País, o prémio atribuído justifica-se pelo papel importante, dinâmico e pró-activo da empresa na gradual melhoria ambiental da região no que diz respeito às águas residuais urbanas, através  de  um  sistema complexo  que  assegura  um  serviço  em  alta  de  crescente qualidade, cobrindo a quase totalidade do território, com mais de 210.000 alojamentos.
Como  aspectos  mais  positivos  realça-se  o  facto  da  extensão  da  certificação  em  qualidade ambiente e segurança a mais 16 subsistemas de saneamento, no ano de 2009, perfazendo um total de 22 subsistemas, o bom desempenho em termos de tratamento das águas residuais recolhidas e de análises de águas residuais realizadas, o aumento da população equivalente servida por instalações de tratamento em que se verifica o cumprimento dos parâmetros de descarga e do destino adequado de lamas, verificando-se ainda uma boa qualidade da informação fornecida no âmbito das auditorias. Realça-se o trabalho técnico que tem sido desenvolvido na procura de soluções que promovam a reutilização da água.
O prémio “Qualidade de serviço de gestão de resíduos urbanos prestado aos utilizadores” foi atribuído à empresa ALGAR - Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos, S.A., pelo relevante desempenho global da entidade gestora na gestão do sistema multimunicipal de triagem, recolha selectiva, valorização e tratamento de resíduos urbanos do Algarve.
Salienta-se também o empenho ao nível da valorização orgânica de resíduos verdes, da recuperação de biogás, da caracterização dos resíduos e da qualidade dos lixiviados após tratamento, a complementar com a construção em curso da unidade de valorização orgânica de resíduos urbanos. Refere-se por fim o facto de ser uma empresa com certificação de qualidade e ambiental.
Finalmente, o prémio “Sustentabilidade económica e financeira das entidades gestoras” foi atríbuido à VALNOR - Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos do Norte, S.A., pelo desempenho positivo em termos da situação económica e financeira, nomeadamente na cobertura dos  custos  operacionais  revelado  pela  empresa  em  2009,  bem  como  pelo  bom  nível  dos indicadores de sustentabilidade económica e financeira evidenciado nas suas demonstrações financeiras reportadas a 31 de Dezembro.
Complementarmente, esta entidade distinguiu-se pelo bom desempenho ao nível da reciclagem e da valorização orgânica, implicando uma menor utilização do aterro e, por conseguinte, de uma correcta aplicação do princípio da hierarquia para gestão dos resíduos. Refere-se por fim o facto de ser uma empresa com certificação de sistemas de gestão da qualidade, ambiental, de segurança e higiene no trabalho e de responsabilidade social.
O júri entendeu ainda expressar a sua satisfação pelo facto de a Águas de Coimbra, E.M., a Águas de Santarém, S.A., a EMARP - Empresa Municipal de Águas e Resíduos de Portimão, E.M., a FAGAR - FARO, Gestão de Águas e Resíduos, E.M., os Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo, a TAVIRA VERDE, Empresa Municipal de Ambiente, E.M., a EMAC - Empresa de Ambiente de Cascais, E.M., a HPEM - Higiene Pública (Sintra), a Maiambiente - Empresa Municipal de Ambiente, E.M. e a Resíduos do Nordeste, S.A., entidades que não são objecto de intervenção regulatória face à legislação em vigor, terem decidido candidatar-se e consequentemente integrar voluntariamente o processo de avaliação da qualidade de serviço referente ao ano 2009.
A ERSAR considera muito positivo o interesse que os Prémios de Qualidade de Serviço têm despertado nas entidades gestoras, cumprindo-se deste modo o objectivo de promover a melhoria dos serviços de águas e resíduos em Portugal.