Este sítio utiliza cookies para assegurar uma melhor experiência de utilização. Ao continuar a navegar está a concordar com a sua utilização.

PT EN

Avaliação do Risco

A+ A-

​A avaliação do risco para a saúde humana na monitorização da qualidade da água dos sistemas públicos de abastecimento foi recentemente preconizada na Diretiva (EU) 2015/1787 relativa à qualidade da água destinada ao consumo humano. Contudo, esta abordagem preconizada em 2004 pela Organização Mundial de Saúde como os Planos de Segurança da Água (PSA)tem vindo a ser promovida pela ERSAR junto das entidades gestoras em Portugal.

Um plano de segurança da água é uma ferramenta preventiva, baseada na avaliação e gestão do risco, que visa garantir que a qualidade da água fornecida é sempre boa tendo em vista a protecção da saúde pública. Um PSA é suportado pela análise de perigos e avaliação do risco efetuada sistematicamente ao longo do sistema de abastecimento de água, desde a captação de água bruta, passando pelo processo de tratamento da água, pela rede de distribuição e rede predial até à torneira dos consumidores.

O PSA deve ser considerado como complementar à verificação da conformidade legal da qualidade da água na torneira. A sua eficácia dependerá dos seguintes fatores:

      • ​Recolha e análise da melhor informação disponível sobre o sistema de abastecimento de água;
      • ​Análise e compreensão dos potenciais perigos na água;
      • ​Avaliação do risco a mitigar (como reduzir os riscos a um nível aceitável);
      • ​Determinação das medidas necessárias para assegurar que os riscos são reduzidos e estão controlados;
      • ​Articulação e comunicação entre todas as entidades interessadas e responsáveis pelo sistema de abastecimento.