Este sítio utiliza cookies para assegurar uma melhor experiência de utilização. Ao continuar a navegar está a concordar com a sua utilização.

PT EN

Redes prediais

A+ A-

A conservação e manutenção da rede predial é da responsabilidade dos respetivos proprietários. Parte dos incumprimentos ocorridos no controlo da qualidade da água efetuado a nível nacional, relativos a sabor, cheiro, cor, concentração de ferro ou contaminação microbiológica, devem-se à deficiente manutenção e limpeza das redes prediais ou aos materiais utilizados, que podem ser inadequados para estar em contacto com a água destinada ao consumo humano.

Conservação e manutenção de reservatórios prediais

A estagnação da água em reservatórios prediais, independentemente da origem (rede pública ou captação particular), é suscetível de deteriorar a qualidade da mesma, fomentando o crescimento de microrganismos e induzindo o aparecimento de gosto e cheiro na água.

É importante a proteção destes reservatórios e a sua limpeza pelo menos uma vez por ano.

Captações particulares

Caso exista um sistema público de abastecimento de água no local onde vive, deve solicitar a ligação à rede pública. Esta ligação é uma obrigação legal, como salvaguarda da saúde pública.

No caso de possuir uma captação particular, constituída por poço, furo, rio, lago ou qualquer outra fonte de água que não seja a da rede pública, não deverá permitir em caso algum a entrada dessa água na sua rede predial.

Tenha sempre presente que a água de uma captação particular, mesmo que apresente bom aspeto ou mesmo sabor agradável, será em geral imprópria para o consumo humano, podendo conter microrganismos ou substâncias prejudiciais à saúde.

É necessário equipamento doméstico para o tratamento da água?

A água da torneira é uma água natural, tratada, mineralizada e equilibrada, que contém sais dissolvidos em quantidades que são essenciais à saúde. Ela é livre de impurezas, não precisa ser filtrada e é própria para consumo humano. Não há portanto necessidade de equipamento doméstico para o tratamento da água.

Em caso de dúvida, e antes de se decidir pela aquisição de um equipamento doméstico para o tratamento da água (purificadores ou filtros), o consumidor deve aferir a qualidade da água que tem disponível na torneira junto do seu fornecedor de água da rede pública ou junto da ERSAR. É naturalmente um desperdício de recursos financeiros, técnicos e até ambientais tratar uma água que não necessita desse tratamento.

No entanto, se quiser utilizar um filtro, lembre-se de mantê-lo sempre em boas condições, seguindo as instruções de limpeza, utilização e manutenção do fabricante.

O que é a Legionella?

A Doença dos Legionários é uma pneumonia causada por bactérias do género Legionella, vigiada em Portugal pelo Programa de Vigilância Epidemiológica Integrada da Doença dos Legionários (VigLab - D. Legionários) que associa a componente clínica, a laboratorial e a epidemiológica.

As bactérias causadoras desta infeção são microrganismos que habitam na água doce, podendo existir em reservatórios naturais, como lagos e rios, ou reservatórios artificiais como sistemas de água doméstica, quente e fria, humidificadores e torres de arrefecimento de sistemas de condicionamento de ar, piscinas, jacuzzis, instalações termais e outras, isto é, locais onde com facilidade se libertam aerossóis. Tornam-se um risco para a saúde, quando a temperatura e a presença de biofilmes e protozoários nesses ambientes favorecem a sua multiplicação rápida.

O controlo e prevenção desta doença fazem-se pelo diagnóstico precoce em casos suspeitos e pelo tratamento (descontaminação) da fonte de infeção provavelmente associada, que se baseia na limpeza, desinfeção e manutenção das instalações e equipamentos contaminados.

Para reduzir e controlar o risco de exposição a Legionella a partir da rede predial dos edifícios e das nossas casas, é importante desenvolver um programa de gestão do risco de doença do legionário, começando por identificar áreas ou dispositivos (torneiras, chuveiros, aspersores) do prédio, onde a Legionella pode multiplicar-se e disseminar-se para as pessoas.